Our Recent Posts

Tags

Fracasso esportivo do Santos em 2018 não ocorreu por acaso

Junte os seguintes ingredientes: início de planejamento atrasado, com indefinição do comando técnico do time; trocas constantes e mal explicadas na gerência de futebol; demora em contratações para posições carentes para o time. Agora adicione à mistura a escalação de um jogador irregular, problemas de comunicação entre diretoria e comissão técnica e um elenco fraco tecnicamente, aparentemente sem vontade de vencer. Essa receita perfeita de fracasso futebolístico foi o ano de 2018 do Santos.

Se fora dos gramados o ano santista foi conturbado com votação de impeachment, escândalo nas categorias de base e problemas na gestão, o 2018 do Santos dentro de campo foi de dar desgosto para o seu torcedor. O Santos apenas figurou nos campeonatos que disputou, tendo atuações de nível técnico tétrico. O time em muitas oportunidades foi desorganizado e sem padrão tático.

Historicamente, o Santos tem dificuldades em definir contratações rapidamente, vide o caso do treinador para 2019. A condução e a postura do departamento de futebol na negociação com Abel Braga mostraram o quão despreparado e ineficiente está o Santos na gestão atual. Por isso, o futebol precisa ser administrado de uma forma mais profissional, com profissionais capacitados, formação técnica e experiência.

O planejamento precisa ser executado com antecedência e eficiência. Contratar um técnico que se encaixe no perfil atual do clube e que seja versátil taticamente, que saiba trabalhar com o que tem na mão. Mas antes o clube precisa descobrir qual é o perfil de técnico que procura, já que geralmente as opções cogitadas são sempre de perfis distintos.

O Santos precisa de jogadores com fome de vitória, com vontade de vencer. Precisa de atletas que queiram marcar seus nomes na história e que assumam a responsabilidade nos momentos decisivos. A diretoria precisa cumprir com seus compromissos e respeitar as decisões da comissão técnica. Não cabe mais espaço para amadorismo e erros por orgulho e ego.

Esperamos um time forte, unido, dedicado e que tenha vontade em vestir a imaculada camisa do glorioso Santos Futebol Clube. Esperamos que a Diretoria cobre quando preciso e que, caso cobrada, responda às cobranças de maneira correta e eficaz. A torcida quer o time sendo protagonista dos campeonatos e não apenas participando deles.

Alexandre Salgado

André Dantas

Daniel Brant

Fabio Sartori

Fernando Seco Rodrigues

Jefferson Oliva

Marco Scandiuzzi

Renato Ramirez

Urbano Ferrari

Vitor Sion

 

©2018 BY PRÓSANTOSFC. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter