Our Recent Posts

Tags

Kaio Jorge e Sampaoli reforçam identidade santista

Qualquer torcedor do mundo fica frustrado quando seu time é eliminado de um campeonato depois de uma disputa com oito cobranças de pênalti para cada lado. Mais ainda se os pênaltis aconteceram depois de um jogo em que seu clube teve 75% da posse de bola. Mas há algo a ser dito neste dia difícil.

Na saída do Pacaembu, não foram poucos os que falavam: o moleque de 17 anos não deveria ter batido o pênalti. Pelo menos não deveria ter sido o segundo a bater. Essa fala saía da boca de muitos santistas sem parecer uma crítica direta ao técnico Jorge Sampaoli, nem ao atacante Kaio Jorge. Apenas um desabafo.

Jorge Sampaoli é um argentino que chegou e rapidamente ganhou o coração da maioria dos santistas. Pelo respeito à história do clube. Pela tentativa diária de fazer um time vencedor jogando como o torcedor gosta, apesar de todas as dificuldades encontradas. Pelo jeito que se relaciona com as pessoas em Santos.

Kaio Jorge é uma das esperanças do Santos FC para um futuro próximo com títulos. Tem 17 anos e fez boas jogadas quando entrou nos 2 jogos contra o Red Bull e nos últimos dez minutos contra o Corinthians ontem. É o tipo de jogador que faz parte da nossa identidade. Como aconteceu com Robinho, Neymar e Rodrygo, ainda que este último tenha que ir embora tão cedo, sem conquistas pelo clube.

Sampaoli e Kaio Jorge erram como qualquer ser humano. O treinador talvez tenha insistido demais em Cueva. O erro de Kaio Jorge está desde já perdoado pela personalidade demonstrada em aceitar a missão. Que isso acelere o amadurecimento desta joia ou, quem sabe, de mais esse raio.

O momento é de frustração mas temos que ir à Vila Belmiro na quinta-feira. Prestigiar um elenco que se propõe a jogar futebol. Que precisa passar de fase na milionária Copa do Brasil para amenizar a situação financeira causada por administrações incompetentes.

Não se trata de aceitar ou aplaudir a derrota. Mas de levantar a cabeça e ver que Sampaoli e Kaio Jorge são parte da solução por um Santos FC melhor. Um Santos que respeita seu DNA ofensivo. Que ganha e perde usando atletas recém-saídos das categorias de base. Por tudo isso, mal posso esperar pela volta da Vila Belmiro na quinta-feira.

(*) Conselheiro eleito para o triênio 2018-2020, Vitor Loureiro Sion tem MBA em Indústria do Futebol pela Universidade de Liverpool e é autor de dois livros sobre a história do Santos FC.

Siga o movimento PRÓSANTOSFC

Facebook

Twitter

Instagram

 

©2018 BY PRÓSANTOSFC. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter