Our Recent Posts

Tags

Diretoria precisa ouvir posição de Sampaoli sobre mando de jogos

Nas últimas semanas, o técnico Jorge Sampaoli declarou por diversas vezes preferir jogos do Peixe na Vila Belmiro. No entanto, mesmo diante do pedido do argentino, a diretoria do Santos decidiu, pela 4° vez seguida em um clássico contra um dos maiores rivais, marcar seus jogos para a cidade de São Paulo, no Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembú).

Como torcedor do Santos Futebol Clube, peço que a diretoria reavalie o pedido do técnico do Santos, grande conhecedor de futebol e um dos melhores do mundo em sua profissão. Não que o Santos não possa mandar seus jogos na cidade de São Paulo, mas entendo que a Vila Belmiro é a nossa casa e não podemos abrir mão desse fator. Os adversários não se sentem à vontade na Vila, isso é repetido por jogadores e torcedores rivais.

Cada clássico que há na Vila, sinto o quanto a torcida é apaixonada pelo clube e, na maioria das vezes, é grande nosso favoritismo! As redondezas do estádio são impactadas por uma magia diferenciada, o clima de festa em torno contagia, não só os torcedores da cidade, mas nossos jogadores e comissão técnica, que já citaram ter se emocionado com os corredores de fogo na chegada do ônibus, criados para recepcionar nosso time!

Já ouvimos diversos relatos de jogadores de outros times, sobre como a pressão de jogar na Vila Belmiro impacta no psicológico do time adversário. Jogar na Vila sempre foi uma das vantagens do Peixe! A cidade entra em clima de festa!

Compreendo a questão de a diretoria avaliar o lado financeiro, afinal a capacidade do estádio do Pacaembú é maior. Porém, precisamos avaliar a competição como um todo, um título vale mais do que uma renda, que é praticamente dividida com o município (São Paulo).

O clube precisa prestigiar os torcedores de ambas as cidades. Tirar todos os clássicos da Vila é desprestígio ao torcedor que sempre acompanhou o time. A diretoria precisa encontrar uma forma de trazer seus torcedores ao estádio independente da onde for jogar. Privar o torcedor de assistir aos grandes jogos não é e nunca será uma boa ideia.

Que se tenha coerência nas decisões de mando de campo e que a diretoria equilibre a quantidade de jogos nas duas cidades. Assim poderemos garantir mais vitórias e as chances de conquistar um título brasileiro se tornará cada vez mais uma realidade!

O Alçapão sempre fez a diferença em clássicos!

(*) Renato Ramirez é conselheiro eleito para o triênio 2018-2020. A opinião deste texto é de responsabilidade exclusiva do autor.

 

©2018 BY PRÓSANTOSFC. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter