Our Recent Posts

Tags

Entenda como os gastos do Comitê de Gestão são orçados no Santos

Boa Tarde Santistas,

Muito tem se comentado nas redes sociais sobre os gastos do Comitê de Gestão (CG) do Santos Futebol Clube.

Este post tem por objetivo tentar facilitar o entendimento do sócio e do torcedor acerca desse tipo de despesa, que aparece nos demonstrativos do clube e gera vários tipos de comentários.

Anualmente o Santos produz seu orçamento para o exercício do ano seguinte. Assim foi feito no ano de 2018, quando o Comitê de Gestão apresentou e o Conselho Deliberativo aprovou o orçamento que está em vigor no corrente ano. O orçamento é a linha mestra de uma boa ou má gestão que será analisada pelo Conselho Deliberativo até o mês de abril do ano subsequente.

Então o orçamento produzido em 2018 é aplicado em 2019 e apreciado sobre o seu cumprimento para aprovação em 2020.

Uma das facetas do orçamento são os gastos do Comitê de Gestão e estão em vigor as seguintes previsões:

R$ 1.500.000,00 (valor contábil)

R$ 149.000,00 (folha)

R$ 180.000,00 (cartão)

R$ 1.829.720,00 (total)

Obs. O valor contábil (1,5 mi) refere-se a custo estimado do voluntariado, ou seja, os membros do CG não são remunerados, mas os valores são lançados como se fossem. Isso é legal e tem que ser feito.

Isto posto, ao analisarmos os gastos do CG, temos que levar esses dados em consideração e compararmos ao término do exercício (ano de 2019) se o orçamento foi cumprido ou se gastou mais ou menos do que o orçado.

O não cumprimento do orçamento tem sido, ao longo dos anos, um dos principais motivos de reprovações de contas nas últimas gestões.

Aguardemos o final do exercício de 2019 para, em 2020, analisarmos o gasto total.

(*) Marco Scandiuzzi é conselheiro eleito para o triênio 2018-2020. O texto é de responsabilidade exclusiva do autor.

 

©2018 BY PRÓSANTOSFC. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter