Our Recent Posts

Tags

Rejeição de Planejamento Estratégico não tem efeito prático para Santos FC

Bom Dia Santistas,

o Conselho Deliberativo do Santos FC esteve reunido ontem (27/08) para, dentre outros assuntos, conhecer e aprovar o Planejamento Estratégico (PE), conforme previsto no Estatuto Social.

Ocorre que, como previsto na nossa carta magna, o PE deveria ter sido submetido em, no máximo 6 meses do início da gestão, ou seja, até junho de 2018. Outra característica obrigatória prevista era que tivesse duração de 3 anos, para coincidir com o mandato do Comitê de Gestão.

Dentre outras coisas, as regras previstas no artigo 79 têm como objetivos traçar um horizonte de planos de ações e metas de forma que seja possível a máxima eficiência na gestão dos recursos do clube.

O planejamento estratégico apresentado em 2016 tinha aproximadamente 400 páginas, abrangia inclusive proposta de organograma. Tinha inúmeros problemas mas era bem mais completo que o apresentado agora em 2019 pela atual gestão, que se limitou a produzir um Power Point com síntese de ideias, muito aquém de um planejamento estratégico.

Além da baixa qualidade da peça apresentada, o PE continha metas específicas que ultrapassavam o período do mandato da atual gestão, em claro descumprimento estatutário.

As normas estatutárias foram novamente descumpridas e esse foi o motivo pelo qual o Conselho Deliberativo, por ampla maioria, rejeitou a proposta.

A bem da verdade, esse tipo de descumprimento não é exclusividade da atual gestão. A gestão anterior também o fez, e o fez basicamente usando os mesmos prazos, ou seja, entregando com atraso de mais de 1 ano do prazo máximo.

A reprovação do PE por parte do Conselho Deliberativo não traz qualquer problema prático ao Santos FC, uma vez que o anterior, aprovado em 2016 continua vigente, ou melhor, continua existindo em uma prateleira do clube, visto que tudo o que foi aprovado não foi, ao mínimo, cumprido.

Independente do descaso dos gestores com os prazos e com o cumprimento das normas do clube, podemos analisar o conteúdo dos trabalhos apresentados, independente da robustez de cada um.

Há enorme similaridade entre o PE contratado junto a empresa Brunoro em 2016, pela então gestão Modesto Roma, e o PE contratado junto a EY em 2019.

As fraquezas apontadas são as mesmas: desequilíbrio financeiro, arrecadação incompatível com a despesa, baixa capacitação dos profissionais, ciclo vicioso, modelo de gestão, falta de transparência ...

Enquanto os dirigentes não entenderem que o Estatuto Social, as normas do clube e os regramentos propostos são balizadores para boas gestões, continuaremos patinando e, como muito bem abordou o Gerente Administrativo, Fernando Volpato, teremos que nos adequar ao que temos como receitas para entendermos o que podemos gastar.

Sabedores desse quadro, os conselheiros da PROSANTOSFC propuseram como emenda ao estatuto que o Planejamento Estratégico fosse obrigatório quando da inscrição da chapa para as eleições presidenciais. Dessa forma, os vencedores já entrariam com planejamento estratégico conhecido e passível de cobranças por sócios e torcedores. Infelizmente a emenda não foi acatada na formulação do novo estatuto.

O momento do clube é delicado. Entendo que, pela forma de contabilização do dinheiro da venda do atleta Rodrygo e dependendo do que for feito até o final do ano, conseguiremos o chamado Azul Contábil, ou seja, terminaremos o ano no positivo. Isso, contudo, não significa que a gestão está no caminho certo, uma vez que, mesmo no azul contábil, é provável o déficit real, mas isso abordaremos mais pra frente, no momento oportuno.

Minha torcida agora é pelo time em campo e para que o atleta Neymar seja vendido novamente a fim de aliviar nossas combalidas finanças.

(*) Marco Scandiuzzi é formado em Administração de Empresas com especialização em políticas de segurança pública, Professor na ANP/Brasilia, autor de 3 livros e Conselheiro Eleito para o triênio 2018/2020.O texto é de responsabilidade exclusiva do autor.

 

©2018 BY PRÓSANTOSFC. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter