Our Recent Posts

Tags

Reunião que aprovou emenda do Profut mostrou bom senso do Conselho Deliberativo

O Conselho Deliberativo do Santos FC teve importante reunião nesta terça-feira, dia 24/09/2019, para aprovação de adequação estatutária às exigências da Lei 13.155 (Profut).

Nosso clube, como signatário do acordo de adesão e dos benefícios trazidos pela lei mencionada, tinha, desde 2015, que ter adequado seu estatuto às exigências contidas. E não o fez até a presente data.

Passamos a ser cobrados pela Autoridade Pública do Futebol (APFUT), através de sucessivos comunicados, inclusive sob pena de sanções severas e até o descredenciamento do programa, o que seria trágico para nossa saúde como entidade associativa.

Em paralelo, desde 2018, a mesa do CD se propôs a uma revisão completa da nossa Carta Magna, tendo contratado dois escritórios especializados, os quais, juntos com a Comissão de Estatuto do Santos FC, produziram o chamado Novo Estatuto, motivo de muitas controvérsias entre conselheiros e associados pelos termos nele contidos. A construção de um novo estatuto é sempre polêmica e, por isso, deve ser fruto de ampla discussão, que deve envolver toda a coletividade santista e não somente os membros do CD.

Na proposta apresentada, as adequações do Profut estavam inseridas, algumas com interpretações da aplicabilidade da lei, o que também desagradava boa parte do Conselho Deliberativo, a ponto de ter sido formulada uma emenda prioritária para que resolvêssemos somente o Profut e, a posterior, com um cronograma mais folgado, pudéssemos discutir o novo estatuto.

Essa emenda poderia ter sido acatada pela mesa do CD, mas preferiram coloca-la em votação no plenário, oportunidade em que o coletivo se manifestou de forma sonora no sentido de que fossem apreciadas somente as questões obrigatórias e urgentes, deixando-se a discussão do novo estatuto para momento mais a frente.

Ontem foi dia de discutirmos a redação apresentada pela Comissão de Estatuto para as alterações do Profut. Algumas não condiziam com o entendimento de vários conselheiros, especialmente no item Afastamento Imediato do Presidente e Vice, entendendo que o texto proposto não dava caráter imediato e o quórum proposto tornava praticamente impossível que ocorresse o afastamento.

Há de se ressaltar e elogiar a postura da Mesa do CD na data de ontem. De forma democrática, acolheu o requerimento dos conselheiros, efetuou as mudanças previamente e passamos a discutir, de forma organizada e ordeira, particularidades do que se propunha, tais como o momento de eventual afastamento e o quórum mínimo.

Ao término da reunião, o Conselho Deliberativo votou e, de forma unânime, aprovou a redação construída pela Comissão de Estatuto e aperfeiçoada em plenário. Caso o Conselho Fiscal constate atos de gestão temerária, será realizada uma reunião do CD para votar o afastamento temporário do presidente. Nessa assembleia, será necessário quórum mínimo de 150 conselheiros aptos a votar. O afastamento do dirigente ocorrerá caso 2/3 dos conselheiros votem favoravelmente a isso.

A reunião de ontem deve servir de exemplo para as discussões no CD do Santos FC. Educação, bom senso, boas proposituras, respeito e construção coletiva.

Que sirva de exemplo também para a reforma estatutária que se faz necessária e não pode ser deixada de lado.

(*) O Movimento PróSantosFC é formado por conselheiros, sócios e torcedores do Santos Futebol Clube. Nossos eventos e reuniões abertas são custeados por nossos próprios membros, sem apoio de empresários ou de terceiros. Para participar dos próximos eventos, envie um e-mail para prosantosfc@yahoo.com

 

©2018 BY PRÓSANTOSFC. PROUDLY CREATED WITH WIX.COM

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter